Paixão de Cristo encantou o público na Estação Ferroviária de Caruaru

1983

A noite desta segunda-feira (26) foi de emoção na Estação Ferroviária de Caruaru com a encenação do espetáculo da Paixão de Cristo produzida pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do município. Em cena, mais de 80 crianças e adolescentes, com idades entre seis e 14 anos, interpretaram os últimos passos da vida de Cristo para uma plateia que lotou a antiga plataforma de embarque.

Para o secretário da pasta, Fernando Silva, o ato representou a culminância do trabalho realizado pela assistência social do município. “É o fortalecimento de uma ação permanente desenvolvida pela nossa secretaria, em possibilitar que crianças, adolescentes, seus familiares e os cerca de 30 profissionais envolvidos, possam ter a oportunidade de exercitar a capacidade de representação nesse período tão importante que é a Semana Santa. Além disso, é uma ação importante do ponto de vista do desenvolvimento artístico-cultural das crianças que estão matriculadas nas escolas da nossa cidade”, ressaltou o secretário.

A estrutura que contou com iluminação especial, som, e seis cenários para a encenação, encantou quem estava na plateia. “A Paixão de Cristo, por si só, já motiva a gente a saber mais da história da crucificação de Jesus sobre nossas vidas, e a Prefeitura trouxe belamente essa interpretação. Vi aqui muitas famílias que vieram para assistir, e puderam ver um espetáculo que há algum muito tempo não se via mais, cheiro de clareza, beleza e com um significado essencial para qualquer cristão”, declarou o funcionário público Edilton Macedo.

O evento aconteceu de forma gratuita no vão da Estação Ferroviária e envolveu cerca de 100 pessoas na produção e encenação. A produção teve direção assinada por William Smith e coordenação artística de Rodrigo Martins. O evento foi realizado pela Prefeitura de Caruaru, através da SDSDH, com o apoio da Fundação de Cultura e Turismo.

Fotos: Jorge Farias.

Deixe seu Comentário!